sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Quimioterapia

Ainda hoje, 8 meses depois consigo lembrar da minha primeira quimio. Estava assustada cheia de medo, achava tudo tão estranho. A sala fria as pessoas com olhar perdido, algumas dormindo outras lendo ou pensando na vida. Achei tudo aquilo muito triste. Eu morria de medo de passar mal com a medicação, não queria dar vexame, já pensou que chato ficar vomitando do lado dos outros pacientes.
Mas como eu fazia toda semana meu olhar começou a mudar em relação a sala da quimio, do mesmo jeito que tinham aquelas pessoas com olhar perdido, tinham as alegres, as que dão conselho, as que fazem piadas, as que falam de cabelo, as que falam de amor. Ou seja, nessas minhas 3hs de quimio parecia que eu estava em um salão de beleza. As vezes eu ria muito, outras eu lamentava, mas sempre tinha um anjinho bom com uma palavra legal ou um sorriso no rosto e um abraço. Fiz amizades com as emfermeiras, e nossa quanta paciência tem essas meninas e muita força também, vamos combinar que não é fácil lidar com doentes.
Enfim, cada vitória é um ganho, cada luta tem uma história, eu consegui chegar no meio da escada faltam alguns degraus para o final.
Um passo de cada vez essa é a meta.

Nenhum comentário: